Em Setembro, há NOVIDADES! Nova Parceria, Passatempos, e o início das inscrições do 1º Sunset Solidário da Blogosfera portuguesa! =D

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Carris de 3ºMundo!

Olá olá!!

Hoje falarei sobre a nossa tão amada/odiada, CARRIS. Não, não vou buscar o "poder de argumentação" da Manuela Moura Guedes, sobre esta empresa que, agora, foi concessionada durante 8 anos, pela empresa espanhola Avanza; irei falar sobre a minha vivência nesta empresa que uso diariamente aqui, em Lisboa.

Ainda esta semana enviei para a CARRIS duas queixas sobre os seus serviços. Paga-se um dinheirão de passe e, eles, nem cumprem com os horários e a frota está a cair em avarias sucessivas (já para não falar da higiene)! Depois, para nos rirmos todos, fazem aquelas campanhas de "Caça às bruxas", isto é, "caça aos jovens brancos" porque sim, são eles que não pagam bilhete! Quando a fiscalização apanha uma pessoa que lhes faça frente a valer, apenas tem de ir comprar um bilhete e, não, não passam a multa! Mas, claro, a culpa é associada sempre aos jovens brancos que, com a publicidade vergonhosa que fazem dentro dos autocarros e, o clima que é incutido pela CARRIS, faz com que exista ódios geracionais ( + velhos VS + novos), não dando bom resultado.

Não nos podemos esquecer que, o clima de insegurança é notório, principalmente, para os motoristas. É sabido que, muitos deles, saíram da empresa por comum acordo, levando com eles baixas indemnizações e, com isso, foram fazer vida para os arredores de Londres, a conduzir autocarros públicos (e a ganhar 3x mais). Ainda curioso é que, agora, a CARRIS está com défice de motoristas... há autocarros que nem saem das estações, porque não há ninguém que os conduza.
Mais, muitos dos atuais motoristas andam a ser cuspidos e agredidos pela população, pelos constantes atrasos e por demais motivos (a culpa não é deles... não há é motoristas!). Assim sendo, os poucos motoristas que existem, ainda metem baixas psiquiátricas porque, não aguentam e, muitos deles, chegam a casa a chorar e com medo do dia seguinte. Quando um motorista pede ao seu supervisor para mudar de chapa (carreira), este recusa e ainda humilha-o perante as restantes pessoas presentes na estação de autocarros.

Eliminar carreiras? Não podem fazê-lo. Contratar motoristas? Não há orçamento para tal.
Tudo isto que está a acontecer é uma vergonha!

E sim, os motoristas da CARRIS ganham pouco para aquilo que fazem, e aturam, diariamente.

Não pensem que ganho alguma coisa por dizer isto, ou dizer outras coisas aqui, no meu blogue.
Tudo aquilo que faço referência neste cantinho, não ganho 1 cêntimo, nem ganho presentes...
Sim, ainda há gratuitidade neste mundo!


E porque isto tudo faz-me querer ir para Vayorken...




Beijinhos e portem-se mal!! ;)