Até 27 de Outubro, participa por e-mail, no passatempo "The Lingerie Restaurant", serão oferecidos 2 jantares duplos: um em Lisboa, e outro no Porto! Boa sorte!

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Não tenho corpo?

Ai isso é que tenho!

Tudo bem convosco?


Há uns tempos, disseram-me que não tinha corpo. Sabem que mais? Não me ofendi e até disse: não tenho mesmo corpo e nem pretendo te-lo! Confusos?

Fui "convidado" a aparecer numa sessão de esclarecimento sobre a Força Aérea. Óbvio que não quero ir para tal coisa (a não ser, claro, um homem que me leve aos céus!) e, visto que cheguei 2 horas mais cedo, e a sessão anterior nem tinha começado, enfiei-me para lá, para despachar-me mais depressa. Quem dava a sessão? Um homem com 1,90m, moreno do sol de Caparica, de T-shirt e com os braços tatuados, barba de 3 dias e lindo de morrer? Não! Uma gaja esquelética! Pelo amor de deus - assim nem dá vontade para nada!! =(

Ainda antes do inicio da sessão, fui convidado a sair e aparecer na minha hora marcada. Sai? Claro! Fiquei calado? Não! Comecei a dizer, a quem tinha aceite a minha entrada e que, passado uns minutos me expulsou, que eu não ando a brincar e que, para estar ali, estava a faltar às aulas no curso A, na faculdade B e que, não quero saber nada da Força Aérea! Onde fiquei? Mesmo há porta da sala, à espera que o tempo passasse. Ela disse para eu ir beber um café e voltar daqui a umas horas, ao qual respondi: "Tenho pressa! Vou ficar aqui à espera que chegue a minha vez!" traduzindo - Tu, minha puta de merda, estás a lixar-me? Pois bem, vou aqui ficar 2 horas e, se algum chefe teu fizer algum comentário, fodo-te! Minha vaca de merda! 'Tás fodida! (a notar-se as veias do pescoço!)

Passado um bocado, percebi que o chefe dela estava a falar de mim, com a gaja. Passado uns minutos, ela chamou-me:

Puta - Então o senhor não pode cá ficar...?
Eu - Se for da sua vontade, fico! Mas a sessão não me servirá de nada, eu estou a estudar...!
Puta - E o que estuda?
Eu - Métodos-ancestrais-para-matar-gajas-como-tu (lá lhe respondi o que queria saber)!
Puta - Ahh.... muito bem... Então pode ir embora...
Eu - Desculpe? Posso ir embora? De certeza? Estavas a gozar comigo?
Puta - Sim, diga-me só o seu nome....
Eu - Adolescente Gay
Puta - Pois... sim sim, pode ir. Você nem tem corpo para isto...
Eu - (Ficar ofendido? Eu queria era despachar-me daquilo! Não tenho corpo de atleta  de competição, mas não estou propriamente mal servido em atributos, especialmente, traseiros LOL) Sim, não tenho mesmo e não é minha vocação seguir este tipo de trabalhos...
Puta - Então, vá se lá embora e boa sorte.
Eu - Tem a certeza que posso ir embora? Estás a falar a sério? Fizeste-me aquilo tudo para nada?
Puta - Sim sim, sem problema.
Eu - Obrigado. Uffa!

Pus-me a andar dali com passo celérrimo, não fosse a outra mudar de ideias!!

Mas, apesar de tudo, vim tristinho... Não vi um único homem que se aproveitasse!


Por falar em corpos divinos (ou falta deles), para a semana falarei sobre o meu Papi...




Beijinhos e portem-se mal!! ;)