Em Setembro, há NOVIDADES! Nova Parceria, Passatempos, e o início das inscrições de mais um evento da blogosfera portuguesa! =D

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

1ª vez na Versailles

Boas!

E foi no dia 17 deste mês que aconteceu o 1º Lanche de Natal da Blogosfera, tal como anunciei um mês antes. Este lanche, vem no seguimento de um outro evento que também organizei, que se realizou em Outubro - o 7º Jantar Anual da Blogosfera. =)

O local para acolher esteve evento, foi escolhido por quem teve a ideia deste lanche e, entre tantos locais em Lisboa, decidiu que ficaria a pastelaria Versailles, localizada na Avenida da República, bem no centro de Lisboa. Local cheio de história, onde as suas paredes revelariam segredos de Estado, devido aos ilustres frequentadores do espaço... tal como as suas esposas e progenitores.
Tal como combinado, às 17h à porta da pastelaria, já se encontrava o Mark e eu. Logo a seguir chegou a Magg e a Margarida. Assim, resolvemos entrar, faltando ainda um convidado...

Comecei por pedir um dos salgados mais conhecidos daquele local - o croquete. Devorei-o vorazmente (não fosse este o meu salgado favorito!) e constatei que é bom (mas não excelente [tenho de ser exigente nestas coisas!!]ahahah)! Mas faltava-me comer alguma coisinha!! =)
Entretanto chegou o blogger Francisco e com isso houve uma nova ronda de pedidos, no qual quis provar um croissant de chocolate. O que bebi durante todo o lanche? Imaginem, chocolate quente que, felizmente, não estava excessivamente doce, mas estava espesso.

O lanche foi dividido entre momentos natalícios, onde conferenciámos onde íamos passar o Natal, e momentos mais pagãos, onde falámos sobre os mais variados temos. Entretanto já eram 20h!
Como já era de noite, resolvemos descer até ao Marquês de Pombal e, a partir daí ver a quão bela estava a Avenida da Liberdade (mas, neste momento, já sem o moço que chegou atrasado ao lanche). Passamos pelos Restauradores e chegamos ao Rossio, onde tudo emitia luz!
Todas as árvores estavam enfeitadas com luzes, no meio do Rossio ocorria uma feira de artesanato e tudo estava perfeito! Continuamos a andar apara ir ter à Praça do Comércio, onde estava a famosa Árvore de Natal, onde se podia entrar por dentro... Depois de umas fotos da praxe ao local, e de uma ida ao café "Martinho da Arcada", o relógio já marcava as 22h - hora das despedidas!... =/
Mas agora vocês perguntar-se-ão, quanto custou o lanche na Versailles (onde nunca lá tinha entrado!), e eu digo! O chocolate quente foi 2,50€, o croquete 1,40€, e o croissant de chocolate 1,50€, fazendo um total de 5,40€ (pensava ser ainda mais caro...)! Mas pronto, também não é todos os dias! :)
Mas passado uns dias, e há semelhança do ano passado, fui com a minha mãe ver as iluminações de Natal. Passamos pela Avenida, Restauradores, Rossio, fomos ainda à Praça do Município onde havia uma feira de Natal dedicada maioritariamente aos mais pequenos e, no Terreiro do Paço, para além de visitarmos a Árvore de Natal, ainda tivemos direito a assistir a um coro diferente do habitual...
Numa das entradas para o Ministério da Justiça, ali no Terreiro do Paço, assistimos à parte final de um concerto com um coro muito simpático, onde estavam a actuar para os transeuntes... E o tempo já nos avisava para o início de mais um video mapping, projectado na fachada do Arco da Rua Augusta, com o título "O novo Palácio do Nicolau". Tenho de nos ser franco, esperava mais tendo em conta o ano passado... mas enfim, dá para lembrar as pessoas dos problemas do aquecimento global.

E, para acabar a noite em beleza, fomos jantar ao Burger King que existe ali ao pé do Rossio! =D

A transição de ano será passada aqui em casa, nada de confusões e... até 2017 (e vai um clássico!)!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

A procissão da aldeia

Boa noite.

Amanhã é noite de Natal e nesta época religiosa, penso que seja oportuno explicar algo que senti em Agosto, aquando das minhas férias na terra da minha, na Beira Alta.

Durante uma semana, eu e a minha mãe, voltamos à terra onde em Janeiro de 2015, enterrei o meu avô materno. Fomos para um alojamento local muito simpático, onde estávamos mesmo no centro da aldeia; não fomos para casa de família ou amigos, queríamos privacidade e Paz. Fomos, assim, numa viagem de descanso, onde queríamos aproveitar os ares da Serra da Estrela e as festas da terra, que o ponto alto é a procissão no domingo à tarde e, de véspera, a procissão das velas.
A religiosidade, para mim e na actualidade, é como uma experiência espiritual que deve ser vivida, mesmo que não sinta nenhum "chamamento", mas apenas interesse em participar em algo tradicional e cultural. As festas de Verão são mais do que festas pagãs, são momentos de recordações de tempos idos, onde nas fotografias que guardamos nas nossas lembranças, têm protagonismo as pessoas já falecidas, e a felicidade infantil de quando se achava que tudo era para sempre...

As procissões não são para alegrar os vivos mas, melhor dizendo, para dar vida aos mortos, explico: quando se participa num acto religioso deste género, encarna-se novamente na nossa meninice, quando fazíamos o mesmo trajecto, acompanhados por pais, tios, avós, e primos. Participamos agora, não por nós, mas por eles... é como se, numa procissão, estejamos a homenagear tudo aquilo que fizemos juntos. Quando os andores, o padre, e os ditos religiosos se misturam numa tarde quente de Agosto, apenas ecoam nos vossos ouvidos, as conversas que nos vamos recordando, através de locais onde, em tempos felizes, brincámos, rimos, e conversamos com quem nos era mais próximo.

Nas procissões, não há motivos de riso, mas sim de um acto solene e de enorme respeito, não por nós... mas por eles. Assim vivi as duas procissões. A da noite foi uma aventura épica pois, nem toda a aldeia tem iluminação pública e, por entre caminhos de cabras e casas onde habita a pobreza extrema, não deixaram de financiar as festas anuais. Ali, por aqueles caminhos tenebrosos com cheiro a estrume, todos nós caminhamos, sem ver rigorosamente nada, incluindo o padre que, por diversas vezes teve que parar a leitura pois não conseguia ver... se não fossem as pessoas a chegarem perto dele com as velas, estaríamos quase toda a noite a recitar as mesmas coisas...

No domingo, no dia mais importante para aquelas gentes, todos estávamos bem vestidos. Neste dia, até as famílias que escondem em casa os filhos com algum tipo de deficiência, trazem-os até ao largo da Igreja (mas, logo depois da missa, voltam para a casa, sorrateiramente). Os sinos da Igreja marcam o fim da missa onde, não cabe todos aqueles que querem assistir, ficando inúmeros aldeões à espera e a tentar ouvir o padre, do lado de fora.

E os andores começam a sair, repletos de pétalas de rosas (que mais terão vindo dos varandins das casas por onde passar-se-á) e homens e mulheres que, assim começam a cumprir os seus juramentos por filhos, irmãos, e por eles próprios. Começa então o longo cortejo, onde os vivos - de roupas alegres -, não fazem mais do que lhes é esperado - recordar os mortos. E lá vão os muitos andores, onde os homens se revezam e as suas esposas estão atentas para os ajudarem a ajeitar os panos que se encontram acima dos seus ombros; os que não têm essa preocupação, recordam aqueles onde, em tempos mais felizes, faziam-se acompanhar; os outros - como é o meu caso - respeitam a crença dos outros e emocionam-se com a dignidade que, algum dia, se quererá ser lembrado (há coisa mais digna do que o Amor?)...

Amanhã cumprira-se-á mais uma vez a tradição de, cá em casa, comer-se bacalhau com batatas, cenouras, ovos, e couves - tudo bem cozido. A tudo isto juntar-se-á, garantidamente, um azeite bem forte, para se sentir que tudo é nosso, tal como se viveu no passado.

Podemos ter uma mesa com menos gente, com menos fartura, com menos conversas... mas temos algo que não se paga nem se esquecerá e que espero que vos acompanhará a todos - que é Paz.

Feliz Natal a todos, cheio de Paz, Tolerância, e Amor.

(Sim, e porque para mim, este vídeo representa tudo o que é o Natal [e chorei, obviamente...])




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Carta ao Pai Natal 2016

Olá a todos!

A tradição é para se cumprir! Todos os anos escrevo uma "Carta ao Pai Natal" e, este ano, não é excepção. Comecei em 2009, 2010 e 2011 por desejar-vos Feliz Natal e a contar como seria passado o meu Natal. Em 2012, 2014 e 2015, escrevi uma Carta a este Padroeiro da Coca-Cola (em 2013 tive um presente bem envenenado e antecipado!) e, agora, vou continuar com este... peditório! =D
É oficial!
Começo a aceitar prendas de Natal! Garanto que só as abro na noite de Natal e, depois da meia-noite!

Mas, para receber presentinhos envoltos de um papel de embrulho e um enfeite brilhante colado, devo insistir numa série de coisas que me fazem imensa falta!

Tecnologias! Sim, preciso mesmo de comprar um telemóvel inteligente e, se querem saber qual, posso já dizer que quero Apple (desculpem, mas é pancada!)... inicialmente queria o iPhone6s Plus "Cinzento sideral" de 128 GB mas, com o surgimento do iPhone7, APAIXONEI-ME pela cor "Preto brilhante" e, logo a seguir, pelo "Preto mate" mas mais ainda, com a série Plus, visto que têm duas câmaras! Mas... baaahhh, é tão mas tão caro!!! De cabeça fria tenho pensado que, para começar, ser-me-ia suficiente o iPhone SE "Cinzento sideral" de 64 GB! Depois, um computador: este meu pc já está a ficar velhinho e, ás vezes, anda a ter uns ataques... se fosse Apple melhor mas, sem necessidade - desde que seja um pc novo e moderno, já me dou por contente! =D

> Viagens! Tenho uma enorme vontade de viajar especialmente para Londres, Nova Iorque, Barcelona, Paris, Tel Aviv, e São Paulo. Nunca fui de viagens mas, começo a ter vontade de ir descobrir o Mundo. Não quero viagens muito caras mas, também não quero partilhar quarto com desconhecidos!! Quarto com wc privativo é a minha única exigência (mesmo que vá em grupo de amigos, o quarto poderia ser a partilhar, mas sempre com wc no quarto)! Tenho vontade de fazer aqueles percursos turísticos e conhecer a cidade com o brilho da noite, conhecer os hábitos locais e saber como se vive nessas zonas... no fundo, perceber que sou uma gota no oceano! *.*

Vestuário! Admito, não tenho grande necessidade de roupa e acessórios mas, era incapaz de recusar calças, camisas (giras, 'tá?) e sapatos... Se houver orçamento, aceito relógios simples mas com bom gosto, tal como uns cintos (é sempre um bom acessório!). Aaahh e sim, uns cachecóis também dão sempre jeito! Mas vá, sem pressão!!! =)

> Desejos! Dinheiro, quem não precisa dele? Também seria incapaz de recusar um dia num SPA, massagens, e tudo aquilo a que tenho direito - no fundo, mimar-me! Até porque, fui um menino tãoooo bom este ano... (olhar do gatinho da imagem acima)!

E pronto, mesmo que não tenha nada disto, sempre viajei na maionese... Ahahah! =D

Porque este vídeo é querido querido querido (como diria a Maria Helena), com Andrea Bocelli.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Fidel Vs Felipe VI

Hola!

Tenho vergonha! Vergonha que um partido de Esquerda possa ter uma atitude incompreensível, ao prestar homenagem a um ditador! Eu não apoio ditadores! É certo que, nas últimas legislativas votei no Livre mas, sendo que o meu voto foi transferido do "Bloquinho de Esquerda" para o Livre, fico enojado com a atitude destes demagogos que nem se comportaram como representantes do povo num acto oficial - faço a minha vénia ao Partido Comunista, que se comportou com diplomacia.
Vamos começar pela visita do Rei Felipe VI de Espanha.

Há que dizer, primeiramente, que acho o Rei de Espanha lindo de morrer (já viram, na foto acima, o sorrisinho maroto do monarca?!) e, acho que deve-se separar as visões políticas que podemos ter, de um comportamento civilizado num Estado de Direito Democrático - o Bloco de Esquerda revelou, na minha opinião, que não sabe viver em Democracia, com o factor "diplomático" e "estratégico" em cima da mesa.... aliás, é da mais elementar educação e respeito, quando uma entidade deste género discursa, é de bom tom levantar-se, por sinal de respeito e, se concordar, aplaudir. O Partido Comunista Português, mostrou ser um partido muito mais civilizado e adulto do que o Bloco (viram bem o momento em que os deputados do BE viram a cara ao monarca no momento dos aplausos?!).

Depois, o apoio a um ditador!

Não defendo ditadores. Quando se analisa como deve ser os planos da extrema-direita e da extrema-esquerda, dá para perceber que os planos são idênticos e, em ambos, não lidam bem com a diferença de opinião e de ideologia. Deste modo, sou contra todos os ditadores pois, por "melhores que sejam", tiveram que fazer sofrer os cidadãos para uma ideologia que não pode ser questionada. A "caças às bruxas" não terminaram e, a esquerda por este andar, vai ser caçada na sua própria armadilha. Esperto é o António Costa - ele soube na popularidade e as coisas correm-lhe de feição; agora é continuar.

Vergonha... tanta vergonha pelo Bloco de Esquerda!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

P.S. - Foi há 6 meses. Não devemos esquecer, nunca. Por Orlando.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Parceria Prozis

Boa noite!

É com grande energia e entusiasmo que anuncio a parceria com... a Prozis!

O Adolescente Gay e a Prozis, oficializam hoje esta parceria. Nenhum outro blogger LGBT é parceiro oficial desta loja que, tanto tem ajudados os desportistas amadores e profissionais, de todo o Mundo!
A Prozis é a maior loja online de nutrição desportiva da Europa e a segunda maior do Mundo, enviando diariamente mais encomendas do que todas as lojas online da Europa e, por este motivo, é líder de mercado em Portugal, Espanha, França e Itália (e ainda detentora de grandes quotas de mercado nos restantes países europeus).

Conseguem praticar preços tão baixos (comparativamente às outras marcas), pois compram em grandes quantidades e directamente aos laboratórios. Assim, vendem directamente ao consumidor final e, criaram ainda a sua marca própria para continuar a oferecer variedade e qualidade aos preços mais baixos - sem intermediários, reduz-se os custos e oferecem a vantagem aos seus clientes.

Esquecia-me de um pormenor importante: o negócio é 100% online permitindo várias vantagens que tão bem nós conhecemos (confiança, descrição e preços baixos!). Desta forma, garantem que cada compra na loja online é uma experiência eficiente desde o primeiro clique até à abertura da caixa em nossa casa - não é incrível?? *.*

Agora vocês dizem: 
Ahh e tal, então e um desconto de amigo?

Mas eu deixo-vos faltar alguma coisa? Claro que não! Através do código AG10, todos vocês terão um desconto de 10% em todo o site! Não é incrível? Quem é amigo, quem é? =)


Posso dar uma sugestão?
Vão ao site, pois o código de desconto é válido em todos os mercados onde a Prozis já se encontra!

Caso queiram falar comigo, também estou sempre disponível.
E-mail - adolescentegay92@gmail.com

Conheçam a Prozis de dentro, para fora.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Dark Circus Modus Vivendi

Oiiii!

ADORO! A partir do Reino Unido, a Modus Vivendi presenteia-nos com a mais natalícia das suas colecções Outono/Inverno, através de um estúdio transformado num circo fantasmagórico, e uma combinação de força e sensualidade - mas, acima de tudo, masculinidade.
Podem saber mais sobre estas cuecas aqui
linha transparente é composta por cuecas (de dois géneros) e boxers, bem como manga à cava e t-shirt's em três cores (preto, vermelho e azul), com malha em preto. A malha é transparente o que torna estas peças sexy's e, simultaneamente escuras - subtilmente eróticas... I liked!! =D



Através dos atletas percebe-se que esta colecção foi desenhada para esculpir os quadris, nádegas e ombros - trazendo-nos linhas fortes e que escondem forros e bolsas (Wowww!)! Contamos ainda com os modelos Perrie Hooper (primeiro) e Matthew Blades (segundo), e com o fotógrafo Gavin Harrison.
Saibam mais sobre estas cuecas, e manga à cava
Pesquisem no site e mandem vir o que vos ficará melhor.
Eu já recebi vários produtos e, tudo veio muito bem condicionado e discreto!

E pronto, as compras de Natal ficaram resolvidas! =P




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Halloween no TRUMPS '16

Olá Olá!

Melhor que ir a primeira vez ao TRUMPS, é ir duas vezes ao TRUMPS, num espaço de 15 dias! Estou rendido aos homens que por lá passam e que, fazem as minhas delícias ópticas... mas vá, deixem-me já explicar o início desta noite que, o fim, poderia ter sido onde eu quisesse!! Hmm!

No dia 31 e, por volta das 16:30h, o meu amigo AT liga-me a fazer um convite estranho... ir ao TRUMPS com ele e com o seu novo namorado (resumindo: ele teve o 1º namorado uns meses mas a coisa não correu bem, entretanto arranjou este para esquecer o outro). Perguntei-lhe se ia fazer de vela, ao qual me respondeu prontamente que não (e eu sou a fada dos dentes!!). Fiquei entusiasmado com a ideia mas... estava a passar o dia na faculdade e não ia perder matéria por causa de uma saída à noite, muito menos em cima da hora (ODEIO coisas marcadas em cima do joelho...); ele concordou e ficou combinado eles esperarem por mim, isto é: que eu chegasse a casa, depois das aulas, que fosse jantar e que ainda fosse arranjar-me - sim, eu não ia de qualquer maneira para "a noite"! =P

Por volta das 23h, já estava com eles e, de metro, fomos para o Príncipe Real. Começou a chover mas, também depressa parou (a escadaria do Museu de História Natural serviu-nos de abrigo por uns minutos). Resolvemos ir para um bar... depois de nos termos perdido por aquelas ruas terríveis, lá encontramos o Bar 106, WoofLX, TR3S e o Finalmente. Queria ir conhecer o TR3S mas, estava a abarrotar de gente (e, admito, tanto homem grande intimidava-me...) e, então, fomos para o WoofLX (onde também há homens grandes, especialmente os funcionários... OMFFFFG)!! *.*
Entramos e estava lá o barman da outra vez mas não estava sozinho - estava acompanhado por um matcho mutcho más guapo - un verdadero tío! Assim, com mais uns 10 anos, tatuado e... podre de bom - um verdadeiro homem! Pus-me no canto do balcão (perto do aquário) e pedi ao moço a minha Coca-Cola de 2,50€. A bebida durou-me cerca de 2 horas (não fosse eu um teso do caraças, bebia mais umas coisas lol) e, enquanto isso, íamos falando os 3. Sobre o quê? Banalidades, pois o sujeitinho não tinha pedigree para mais. O bar, foi enchendo q.b. de uns moços giros e de uns quantos paizinhos que, alguns deles, bem me podiam levar a dar uma volta ao carrossel... O tempo passava e começávamos a ter vontade de ir para o destino final da noite. Por volta das 2h, fomos ao TRUMPS!

Após os 12€ de entrada, as caras mascaradas começaram a surgir. De imediato, descemos para os calabouços quentes, onde homens em tronco nu chupariam qualquer coisa (sangue, obviamente!). Os vampiros e outras-figuras-estranhas, desfilavam aos encontrões por entre a malta que, tal como eu, estava à civil. Ficamos, a maior parte do tempo, na sala de house music (onde é permitido fumar e onde é a maior das duas salas). Fui buscar a minha vodka preta mas, surpreendentemente cobraram-me apenas um ticket (que continha um aditivo qualquer... ao dar a provar aos meus companheiros de saída, havia um gosto forte que nos parecia ser uísque ou coisa que o valha [não sou muito com a identificar bebidas lol] ao contrário da última vez que lá fui, quiseram-me as duas partes do ticket).

E dançava, dançava e dançava - sozinho que, o casal que em acompanhava, estava parado a olhar para as pessoas com um ar estranho - eu, borrifei-me para eles e para as pessoas e dançava ao meu jeito; tentava atrair algum macho-alfa, mas só captava a atenção a homens comprometidos (mas giros, por sinal). Nos entretantos, lá captei a atenção de um ou outro gajo giro que, por nabice da minha parte (ou qualquer outra coisa), não houve desenvolvimentos mas... houve uma excepção!
E a noite caminhava para o fim. Ás 6h, fomos convidados a sair. Subimos as escadas (admito, tive que me agarrar ao corrimão - estava super cansado e medo de tropeçar naquelas escadas). Já cá em cima, eles resolveram sentar-se um pouco no chão e eu, claro, fiquei em pé (recuso sentar-me no chão! lol). Cá fora (lá dentro já o tinha visto) estava o tipo que, na outra vez, fazia-se ao moço que tinha namorado... mas, não só!

Lá dentro houve um tipo magro, engraçoso, e que fumava, que não parava de olhar para mim e que, deveria ter um qualquer problema cervical pois tinha uns tiques duvidosos no pescoço e que, estava já cá fora, a fumar. Olhamos-nos e aquele tique no pescoço tinha voltado, virando a cabeça para o cima da rua mas eu, nada (ok, se calhar ele estava a engatar-me mas... naaaa, não acredito!).

Ele vem para perto de nós, com outro cigarro e, tal como na primeira imagem, com as mãos ao pé da boca, e pergunta-me se tenho isqueiro, ao qual respondo "Eu não fumo...". Ele, revira o olhar e, ao mesmo tempo, abre as duas mãos em leque, como quem diz "Fodase, és mesmo burro!". Nesse instante, o meu tico & o teco chegaram à brilhante conclusão que estava a ser alvo de engate! Como é possível? Bom, não sei, mas tinha de ver no que aquilo ia dar e lá resolvi vestir a personagem de quem-ia-alinhar-num-engate-de-berma-de-estrada (literalmente falando! lol), se ele ao menos fosse hombre... explico: quando me pediu lume, ele tinha um voz fina... mais fina que a minha e, eu tenho um lema de vida: "Para bicha, já basto eu!". Assim, o interesse que tinha pelo moço, desapareceu.

Ele fumava ali, ao pé de nós. Ora subia um pouco a rua, ora descia. Continuava com aqueles tiques estranhos no pescoço (ele tem de ir ao osteopata!) e, como já começava a sentir-me mal com a situação (tal como o casal que estava comigo que, nada estava a perceber) resolvi dar a fuga! Assim que o moço desceu demasiado a rua, disse para o casal Vamos embora! Vá, andem! E lá fomos, sem sermos seguidos. Sim, meus queridos, falta-me a coragem para avançar... não sabia o que fazer com um homem... imagem o desperdício se fosse todo musculado? Nem quero pensar nessa calamidade!

Quem diria, como a vida faz-se de evolução: em 2014, aquando do meu 1º Arraial Gay, tinha estado cerca de 2h à porta das discotecas por ter medo de entrar e, agora, até sou engato! C'est la vie! =D

Na Pop Room, eis uma das músicas com que mais se vibrou!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

3 anos, 3 fases

Boa noite.

Faz este mês, 3 anos, que estou solteiro. Esta publicação é mais do que uma reflexão, é um guia prático para o fim de uma relação que me tornou uma pessoa diferente, mas nunca deixando de ser quem sou: um homem.

Certamente recordar-se-ão do fim tão triste que teve a minha antiga relação mas, vamos por partes, pois a minha relação teve duas épocas. No início comecei a tomar fluoxtina e, a relação acabou 5 meses após o seu início. Pouco tempo de depois, voltamos - estivemos juntos mais uns 9 meses.

Após o fim da relação, fui obrigado a contar aos meus pais que sou gay e, acabei por desabafar com vocês, os motivos do fim da minha primeira e, até hoje, única relação. Ainda consigo lembrar-me das chamadas em alta voz que me fazia com o seu novo companheiro... a insultarem-me...

E assim começou a Fase Um - A Revolta!



Mas a vida continuou. Ainda tentei esclarecer as coisas, mas não valeu a pena. Apesar de tentar arranjar outra relação, continuava a ama-lo. Segui com a minha vida, enriquecendo os meus conhecimentos mas, a par disso, continuava a sentir falta de um abraço... Divertia-me com os meus amigos (coisa que já não fazia há muito!) e, entretanto, já tinha passado o primeiro ano de solteiro.

Entretanto o meu avô morreu, o meu pai saiu de casa, e os meus pais divorciaram-se mas, eu mesmo assim, tentava espairecer (mesmo com aquela pequena esperança...)... "acabei" por descobrir a "fama" dele no seu emprego tão bom e que ganhava tão bem - chamavam-lhe um aldrabão.

Ele ainda em Junho deste ano, enviou-me um e-mail em branco. Desestabilizou-me? Claro. Mas não pensei muito no assunto. Também soube que ele mudou de emprego e, agora, está à volta de Tupperware's - nada melhor que descer de cavalo para burro! Haja Deus!

Fase Dois - A Indiferença!



Sinto-me melhor agora. Sinto que, apesar de sozinho, e aos zig-zag's, consigo construir alguma coisa. Divirto-me como quero, com quem quero, e onde quero. Estudo e cresço. Tenho objectivos e desejos - ambições. Fortaleci, e gosto disso.

Não posso dizer que não cometerei os mesmos erros mas, pelo menos, já conheço as consequências.

Sinto-me preparado para o futuro. Estou menos fechado e, talvez pelo facto de não ter sexo há 3 anos (e sentir uma enorme falta disso!), faça-me estar mais liberto e pré-disposto a conhecer novas realidades - a necessidade aguça o engenho! Sem virar puta, sinto-me mais natural e menos retraído.

Voltei a valorizar-me enquanto pessoa, homem, e jovem que ainda sou. A vida é para se viver. =)

Fase Três - A re-valorização!



Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

1º Lanche de Natal

Olá!

Sim, estão abertas as inscrições para o 1º Lanche de Natal da Blogosfera.

Durante o 7º Jantar Anual da Blogosfera, o autor d' As Aventuras de Mark sugeriu-me a ideia de se fazer um Lanche de Natal - a ideia ganhou forma e já está tudo marcado!

Antes de mais, tenho de fazer um justo agradecimento à leitora Magg.
Mais uma vez, ela é a responsável pelo logótipo dos eventos da blogosfera... Sempre disponível e é de louvar a paciência para todos os meus mau-feitios! Obrigado Magg pelo teu óptimo trabalho! =)
Agora vamos ao que importa: o que é o Lanche de Natal da Blogosfera?

Pretende-se reunir todos aqueles que gostam da blogosfera e, assim, todos aqueles que são detentores de blogues, sites, páginas web, e aplicações, estão convidados a participar. Tal como sempre, é aberto a leitores de todo o tipo de plataformas digitais.

Quando é? Como posso participar?

O Lanche é sábado, dia 17 de Dezembro. O local já está escolhido mas só será divulgado aos participantes, por e-mail. Quem quer participar deve envia-me e-mail (adolescentegay92@gmail.com), até dia 16 de Dezembro, às 23:59h, indicando que quer ir ao lanche e, assim saberá os pormenores.

Quanto custa? Posso levar alguém?

O local é uma das mais famosas e prestigiadas pastelarias de Lisboa, onde os preços são de acordo com o tabelado visto que, iremos a título particular. Naturalmente que podes levar quem quiseres (deves informar-se desse facto previamente). O lanche pretende ser totalmente acolhedor, onde as camisolas de lã, casacos quentes, e as botas, são bem-vindas!

Venham "cantar" à chegada do Natal! Aguardo pelo vosso e-mail, para lancharmos juntos! =)




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Antibacterial Modus Vivendi

Boa noite!

Nunca pensei que tal existisse! Juro que desconhecia que havia tecido antibacteriano!
A Modus Vivendi volta a brindar-nos com uma descoberta maravilhosa, através da nova linha feita a partir de um tecido de algodão puro, com propriedades antibacterianas!
Podem saber mais sobre estas cuecas aqui
A linha antibacteriana é composta por cuecas super confortáveis, cuecas clássicos e boxers, bem como manga à cava e t-shirt's em três cores (preto, branco e bege), com design masculino e simples. Esta tecnologia combate as bactérias e, assim, diminui o odor de corpo, mantendo-o fresco por mais tempo. =)
Saibam mais sobre as cuecas, boxers, e manga á cava
OMFG! Já viram o vídeo aqui em baixo?? Vejam os dançarinos profissionais (Eduardo Fedriani e Julián Goméz), a brincarem (e a serem molhados em cuecas brancas!) com estas peças... =O

Pesquisem no site e mandem vir o que vos ficará melhor.
Eu já recebi vários produtos e, tudo veio muito bem condicionado e discreto!

Já participaram no Passatempo Modus Vivendi? Os prémios são 100€ em peças à vossa escolha!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

1ª vez TRUMPS

Oiiiii!

Aquando do 7º Jantar Anual de Bloggers, disse-vos que a noite estava a começar, mesmo após o fim do encontro e, hoje, irei continuar a relatar-vos a noite que foi... memorável! =D

Do grupo inicial, nem todos rumamos ao Bairro Alto: apenas eu, a leitora Magg, a Queering Style, o No Limite do Oceano e o seu mais que tudo, e ainda o Um Deus Caido do Olimpo, é que fomos para a mesma rua e bar onde estivemos no mês passado.
Após estarmos a falar durante cerca de 2 horas, o grupo foi-se dissipando, restando apenas 3 e um convite no ar: e que tal irmos ao Trumps (que faz anos no mesmo dia que eu)? Óbvio que aceitei!

Ficamos mais um pouco no Bairro e, rumamos ao... WoofLX! Que sonho concretizado ahahah!

Vocês sabem que A-DO-RO homens musculados, masculinos, grandes (não gordos!) e... charmosos; assim, ir ao Woof, foi um paraíso na terra (um paraíso bem peludo, diga-se! Ahahah!).

De lá, morri de amores por um jovem barman (talvez da minha idade), de boné, que fartou-se de me piscar o olho. Mas, antes de vos contar mais, deverão querer saber quem ficou comigo até de manhã... foi o'No Limite do Oceano e o seu mais que tudo (o que fartamos de nos divertir)! =D
Continuando: estávamos nós neste bar e, vendo os vários "piscar de olho" à minha pessoa, o casal que me acompanhava perguntou-me: De onde é que o conheces? Ele está interessado!.... eu: não o conheço... mas é bem giro...! Ofereceu-nos um shot mas, como queria manter aquele sonho real, não o bebi... na saída do bar, fizemos uma vénia com a cabeça um ao outro. OMFG ele é TÃO BOM!!! =O

E a marcha seguiu. Eram praticamente 4:30h quando entramos no Trumps. Pagamos os 12€ de entrada e lá fomos. Eu e o No Limite do Oceano,nunca tínhamos lá ido e, assim, estávamos completamente a absorver aquele espaço mítico da capital portuguesa.

Entrando, apercebemos-nos de uma sala simpática com uns sofás mas, o nosso interesse estava ao fundo das escadas (que era de onde vinha a música)! Descemos e viramos à esquerda, a sala onde se pode fumar e que estava cheíssima! Após estarmos lá alguns minutos e, sendo impossível chegar ao balcão para pedir as bebidas que tínhamos direito, fomos à sala ao lado (da direita), sem fumo.

Lá, apesar de estar igualmente cheia, foi mais fácil chegarmos às bebidas. O que bebi? O de sempre: uma vodka preta que estava divinal! Entre uns passos de dança ali e outros na outra sala, a noite foi passando, tal como os homens lindos que lá havia...

Naquela noite, havia poucos homens que faziam o meu género mas, houve um que... OMFFFFG!
Ele era tudo de bom: alto, grande (de ginásio), com vinte e muitos/trinta e poucos, lindo e com cara de malandro... pronto para fazer alguma naquela noite! No Trumps, ele esteve ao meu lado mas, tudo aconteceu, já depois das 6h, e à porta da discoteca...!

Na rua, ele estava a falar com uns tipos e, estava eu com o casal ao meu lado quando ele chega-se ao pé de mim e disse... opáh, ele ia chegar-se ao pé de mim! Aquele gajo fantástico estava na minha direcção!! Vá, confiança... e diz alguma coisa inteligente! - pensei eu naqueles segundos! Com passos um pouco tortos, ele vinha aí (Oh porra, e não é que vem mesmo??? Vá, calma, calma! E ele continua a vir!! Oh meu deus! Oh meu deus!! Calma, calma! Oh porra, ele ele vem mesmo falar...) e ele sai-se com esta pérola: não é por ele estar com o namorado ao lado, que não o vou beijar.

Grigri grigri. Ok, é oficial: os gajos giros apenas têm serradura na cabeça. Ele estava a atirar-se a um outro gajo que tinha namorado. Mas porque raio eu só tenho quedas destas? Será que ele disse aquilo por "apenas" estar um pouco tocado? Mas quem era ele? Como se chamava e o seu apelido?
Não sei, mas a sua imagem ficou bem colada à minha retina: lindo de morrer, que ficava muito bem ao meu lado... Ahahah! Oh se ficava!! Mas, lá está, convinha ser um pouco menos nabo!!! =/

E a noite acabou! Foi tão bom ter terminado a noite com dois novos amigos e, ter um jantar incrível.
Obrigado a todos pela confiança e... em 2017, realizar-se-á um novo jantar anual de bloggers! =D

Porque sim, abanei o meu mega rabo no Trumps, ao som desta música! =P




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Obrigado Pete Burns

Boa noite.

No último domingo, morreu Pete(r) Burns. Estou tão triste.

Conheci-o através desta publicação, onde o blogger gozava com a música que ficou várias semanas no TOP de vendas no Reino Unido, nos anos 80.
Ouvi e gostei e, desde aí, ficou como um dos meus ídolos musicais.
Não quero dar-vos uma lição da sociologia da música, ou como é que a banda "Dead Or Alive" influenciou millões de pessoas em todo o mundo... especialmente no Japão mas, ele é fantástico! Dediquem algumas horas a pesquisarem, e a aculturarem-se, sobre este cantor que é um icon gay!

Adoro-o. Tenho-o então grande estima que, em 2012, equiparei-o à Madonna. Pete Burns é, para mim, um ídolo; é graças às suas músicas, atrevimento em palco, e ao facto de ser tão "desbocado", que me fez apaixonar por ele. Um dos meus sonhos era conhece-lo (ir a um concerto, por exemplo) e era "tão" fácil, estava aqui ao lado, até com o mesmo fuso horário que nós!... Mas agora, já não dá.

Boy George já comentou numa entrevista (que podem ver aqui) a relação que tinha com este cantor que, o acusou de plágio... Fico triste que a Madonna, ou outros cantores da mesma faixa etária e género musical, não tenham comentado. Nem na comunicação social portuguesa deram importância!

Ele continuará a marcar a minha vida. As suas músicas e a sua frontalidade, irão fazer-me rir e encantar, por muitos anos... Obrigado, Pete, por ajudares-me a crescer. Obrigado por teres existido.

Através deste video, poderão saber um pouco mais da vida deste cantor tão... freak unique!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

MOTELx 4/4 2016

Boa noite!

E hoje chegamos ao fim. Esta é, a quarta e última publicação sobre o MOTELx 2016.
Depois do dia 8, dia 9, e do dia 10 de Setembro serem relatados, hoje irei fazer as últimas duas críticas, correspondentes ao último dia de Festival. Mas vamos já a isso, sem perder mais tempo!
Eis os bilhetes dos filmes que fui ver dia 11 de Setembro, no MOTELx
In a Glass Cage (espanhol, de 1987), conta a história de um antigo médico de um campo de concentração nazi que abusava, torturava, e matava jovens rapazes. Depois de uma tentativa de suicídio fracassada, onde vivia actualmente e discretamente, fica ligado a uma máquina. A certa altura, aparece um jovem (Angelo) com o intuito de cuidar dele mas, as suas intenções eram outras...



O filme não é tão mau quanto o anterior todavia, continua a não ser bom (talvez seja dos planos fechados, não sei). Acaba por contar uma história com alguma (só alguma) lógica. Essencialmente, o Angelo foi violado pelo médico nazi e, agora, volta com o intuito de torturar, sendo ele também pedófilo e, fazendo com que a filha do médico, também o seja... Confundindo e baralhando: o médico nazi morre e, o Angelo, acaba por ter a seu lado a filha do tal nazi (e futura pedófila)... O filme acaba por ser um thriller, dos anos 80. Para a época, penso que não estivesse sido mau de todo... =/

E passemos para o segundo melhor filme deste Festival (o melhor foi o Under the Shadow)!



K-Shop (do Reino Unido), deste ano, conta a história de um jovem que está a acabar a sua tese e, por um acidente do seu pai, é forçado a voltar ao Reino Unido, onde vai ajudar a loja de kekab familiar. Após a morte do pai por uma discussão com uns jovens alcoolizados, o jovem resolve manter o restaurante aberto e acaba vingar a morte do seu pai... a vingança pode ser servida num kebab! LOL

O filme é muito bom! Durante o filme temos a sensação de já termos visto isto em algum lado (Sweeney Todd) mas, acaba-se por deglutir a "invenção" gastronómica. Todavia, o filme passa uma mensagem muitíssimo importante e que, através de algum humor, transmite-se: os excessos dos jovens (britânicos, neste caso) em relação ao álcool, à xenofobia, e ao sentimento generalizado de injustiça... Gostei do filme, não tanto pela sua aparência, mas pela sua mensagem (acabei por ter pena que o protagonista [que estava na nossa sala do MOTELx!], tivesse morrido...)!

Ao longo das tardes passadas no Cinema São Jorge, pude ver imensos actores, actrizes, músicos, realizadores, gente famosa, e gente-onde-não-tem-onde-cair-morta mas o que importa, é que todos nós, gostamos de cinema - e logo eu que detestava filmes de terror... Ahahahah! xD

Vem aí uma rubrica de sonho...
O barco mexicano Cuauhtémoc
                                                                                                                 ... mas só em 2017! =)


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

2vez 1º Mês de aulas

Olá!!

E já passou o primeiro mês de aulas... novamente! No ano passado, e por esta altura, já tinha tido uma bela confusão com um rapazito da minha turma e, fazendo ponto de situação do assunto então exposto, posso dizer que nada mudou: ele continua a trabalhar na mesma discoteca gay. Enfim.
O que posso contar deste primeiro mês de aulas, neste novo curso e nova faculdade? Não sei...
Pouco (ou nada!) se alterou em relação ao que disse sobre a primeira semana de aulas.

Sobre o rapaz que julgava ser gay - acho que não o é (tem namoradA)! Eu bem digo que tenho o gaydar avariado (aliás, acho que sempre esteve)! Depois há uns moços que me dou muito bem, mas não me parece que sejam gays!... um deles tem um sorriso lindo... Vamos ver como corre! =/

Sobre as aulas: mais do mesmo. Já pedi equivalências agora é ver se me dão (mas o meu dinheiro foi na frente! LOL)! Tenho algumas cadeiras semelhantes e, por isso, acabo por não estar muito entusiasmado com este primeiro semestre.

A turma sendo enorme, não dá para grandes ligações... ainda hoje soube que tenho colegas de turma que eram da minha faculdade anterior... e a malta ainda anda a conhecer-se! Ahahah Por um lado ainda bem que assim é, não há grandes confianças e eu gosto disso! =)

Hoje, uma colega minha ofereceu-me Toranja, para provar... ela disse que era muito doce...
A gaja enganou-me e pôs-se a rir! Aquilo é super amargo!!! NÃO COMAM TORANJA!!! Ahahah!

E porque acabei de saber que ontem, domingo, morreu um dos meus ídolos musicais: Pete Burns.

Há uns anos, publicava musicas dele com bastante frequência mas, é sem qualquer dúvida, um dos grandes cantores dos anos 80 e, deixo-vos com a sua mais famosa música... ='(




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

7º Jantar de Bloggers

Olá!

E foi no passado sábado, que aconteceu o 7º Jantar Anual de Bloggers, em Lisboa. Em Julho anunciei o acontecimento, em Setembro lancei novidades e, ao longo deste tempo, organizei pela primeira vez, um jantar de grupo (sim, nunca o tinha feito!). Mas, sem mais delongas, abro as portas e sejam Bem-vindos ao 7º Jantar Anual de Bloggers LGBT's e Simpatizantes!!!
O grupo a beber caipirinhas, antes do início do jantar
Não imaginam o trabalho que isto deu. Bom, mas não me arrependo! Ahahah! Consegui o que queria - reunir bloggers! Mas agora vocês perguntam-me: Mas conta lá, quem é que foi ao jantar? E eu digo!

> As Aventuras de Mark (que já escreveu sobre o jantar, aqui)
mas tu és tudo e tivesse eu casa tu passarias à minha porta (que já escreveu sobre o jantar, aqui)
Um Deus Caido do Olimpo (que já escreveu sobre o jantar, aqui)
No Limite do Oceano (que já escreveu sobre o jantar, aqui)
> O mais que tudo d'No Limite do Oceano
> João Roque (autor do blogue inactivo Why Not Now e organizador das edições anteriores do jantar)
Queering Style
> Magg (a leitora que todos pensavam ser um homem mas, afinal... é uma mulher [e que mulher!])

Da lista que estão a ver em cima, havia um convidado muito especial, o João Roque. Nunca mencionei o nome dele, ao longo das 10 semanas de organização do jantar pois estava a preparar a sua ida, como "convidado surpresa". Foi muito bom poder contar com a sua presença e com as histórias que partilhou connosco. Após as saudações iniciais, e o associar uma cara ao blogue correspondente, foi altura de entrarmos no restaurante, já com uma caipirinha bebida!
Eis o que tínhamos à nossa frente!
Todos os lugares da mesa já possuíam uma pequena lembrança do jantar mas, o melhor deste início de jantar, foram as entradas. Eu e o Mark (desculpa a inconfidência, 'tá?!) devoramos o pão com o paté e manteiga que estavam mais próximos de nós... que delícia! *.*

Por entre uma trinca, e um gole de sangria (ou de Ice Tea, my case), começamos com a troca de experiências e os sorrimos de "Ahh... então és tu que escreve isto ou aquilo!...". De todo o grupo, apenas não conhecia os últimos 3 da lista (os outros já os tinha conhecido em Setembro) e, para as últimas duas da lista, não conheciam mesmo ninguém (mulheres de coragem, hein?!)!

Comemos Bacalhau com Broa e Arroz de Pato, que estavam divinais! Mas, entre os dois pratos, o meu preferido foi o Bacalhau com Broa... estava excelente (ah, é verdade - o jantar custou 17€)! =D
A mesa, os participantes, e as nossas bebidas
Ao longo da noite, foi possível irmos trocando de lugares e, assim, todos conseguimos pôr a conversa em dia! Do que se falou? De nós, de blogues (admito, a Magg levou um workshop da minha parte! Ahahahah!), do futuro, e do nosso dia-a-dia. Depois de jantados e do café tomado, já por volta das 23:20h, era altura de abalarmos dali, pois a noite ainda ia começar (e que noite me esperava!)!

Agora, os agradecimentos. Ao restaurante Frei Contente, por nos ter recebido tão bem no seu estabelecimento e, claro, aos funcionários (giros!) e à gerência! Ao CheckpointLX, à Associação Rede Ex Aequo, e aos Blogs Portugal, por terem divulgado este evento anual! MUITO OBRIGADO! =)
A tradicional foto de grupo... aos pés! =)
E agora, fica tudo assim? Pomos a amizade debaixo do braço e esperamos "por melhores dias"? Não!

Na Primavera de 2017, irá realizar-se... o 8º Jantar Anual de Bloggers!

Como se vai processar?
Bom, têm até dia 30 de Novembro para responderem a este inquérito, que visa um pequeno estudo para a preparação do próximo jantar que será, no mínimo, tão bom quanto este! =)

Quem pode responder ao inquérito?
Todos, pois haverá uma pergunta que separará quem esteve (ou não) no jantar.

Podes, desde já, indicar o teu interesse, enviando-me e-mail (adolescentegay92@gmail.com) onde no assunto deve constar "Quero ir ao 8º Jantar de Bloggers!"! Mais uma vez, será aberto a não-bloggers!

Para terminar (juro!), quero agradecer a todos os bloggers, participantes ou não, por se terem associado a esta iniciativa. Agradeço o carinho de todos. Muito obrigado por tudo... foi incrível! =)

A música deste jantar, Come With Us e... até ao 8º Jantar Anual de Bloggers! Participem! =D




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

MOTELx 3/4 2016

Olá, como estão?

Depois de vos ter falado do dia 8 de Setembro, e do dia 9 do mesmo mês, no que diz respeito aos filmes que vi aquando do Festival internacional de cinema de terror de Lisboa (MOTELx), hoje é dia de mais filmes mas, desta vez existe um filme muito mau e, outro filme excelente!
Eis os bilhetes dos filmes que fui ver dia 10 de Setembro, no MOTELx
The Strange Case of Dr. Jekyll and Miss Osboune (francês, de 1981), retoma uma história escrita por um viciado em cocaína e, deste modo o realizador mostra uma acção que se desenrola numa só noite, onde o protagonista mergulha num banho de produtos químicos para emergir num monstro. Este filme também é conhecido por "Docteur Jekyll et les femmes" e é uma obra do cinema surrealista.



O filme é mau. Não é mau, é péssimo. Quando terminou, ninguém da sala (que estava lotada!) bateu palmas. Foram os 90 minutos mais mal empregues das nossas vidas. Como vos hei-de explicar... o filme é completamente lento (para não dizer parado!), onde tudo é esticado ao máximo, sem o mínimo de sentido. O argumento é fraco, as personagens acéfalas... mau, mau, mau!!!!
O que não era mau, era o tipo tatuado, com cera no cabelo e com pulseiras no pulso, e que estava acompanhado pela sua namorada... o tipo sentou-se ao meu lado e... OMFG, que pão!!!! *.*

A curta, Por Diabos (de Portugal, 2016), conta-nos a história sobre uma professora desaparecida blábláblá - boring!!!!! Felizmente, a longa que viria a seguir, foi magnífica!! =)
Este, para mim, foi o MELHOR filme dos 8 que vi, no MOTELx!



Under the Shadow (da Jordânia, Catar e do Reino Unido), deste ano, conta-nos uma história vivida em 1988, em Teerão, aquando do 8ºano do conflito Irão-Iraque, juntamente com a revolução no seu país, e que afectam a relação de uma mãe e filha. Enquanto lutam para se manterem juntas, uns espíritos parecem ter entrado no seu apartamento e, a partir daí, a mãe pensando que os espíritos querem a sua filha, confronta-os.

O filme é espectacular! Tem poucos mas bons sustos (imaginem toda a sala Manoel de Oliveira a saltar da cadeira, quando uma mão agarra o pescoço da mãe da catraia), uma densidade crescente ao longo da trama, uma história local e, simbolicamente, a lona com que ela tapa o buraco do tecto, transforma-se numa burca que é usada pelos espíritos... brilhante, brilhante, brilhante! Recomendo!

É já na próxima semana que esta rubrica termina mas, sem antes irmos a um restaurante de kebabs!


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Cidade-Aconchego

Boa noite.

Devia ser inventada a expressão "cidade-aconchego". Se tal fosse inventada, poderia fazer copy past da sua definição mas, devido à sua inexistência, terei de escrever este texto.

A vida dá voltas. Tantas. Mas tantas. E continua a dar voltas. E, eu, sinto-me numa centrifugação.

Sinto-me sem reacção. Sinto-me incrédulo e cansado. Sinto-me fraco e desapaixonado. Não acredito.
Só há algo que não me desencanta. Lisboa.
Praça dos Restauradores, hoje à tarde.
Hoje, resolvi sentir o aconchego da minha cidade - precisava de mimos. Resolvi então, subir a Avenida sentido Restauradores - Marquês de Pombal. Durante 1 hora (entre passos pensativos, e imagens perpetuadas), naveguei entre os meus problemas, e o Amor incondicional da minha cidade.

Há problemas sem solução e, eu, tenho de me resignar ás evidências. Mas eu não quero... mas tem de ser. Se não desisto, sofro (ainda mais). Perdi tanta coisa. Descobri tanta coisa. E eu? Serei o mesmo?

Se as circunstancias mudam, nós também mudamos. Mudamos? Há tantas perguntas que não tenho resposta, como tantas verdades tinha que afinal não passavam de pó, de tão velhas que eram.

Porque a vida é tão complicada? Reformulo: porque a vida não é pura, sem malícia e com verdade?
Praça do Marquês de Pombal, hoje à tarde.
Mas voltando ao aconchego. Sinto falta de um abraço. Sinto falta daquele abraço. Neste momento da minha vida, ninguém me pode dar. Não acredito em ninguém o suficiente, para me sentir aconchegado naquele...abraço. Hoje precisava dele. Hoje não queria frases feitas, ou avisos, ou motivação, ou um sorriso - queria UM abraço... mas não tinha ninguém que mo desse. Estava só.

Não desisti. Vesti-me, sai de casa e perfumei-me - ia ter um encontro... ia encontrar-me.

Descobri que, para desatar os meus nós, nada melhor do que eu próprio e a ajuda de um aconchego da minha cidade. Amo Lisboa. Amo e sei que não me desencantarei por ela. Ainda este sábado, eu e o Limite do Oceano, conhecemos um espanhol que dizia que amava Lisboa, mais do que outra cidade no Mundo. E ele tem razão. Lisboa aconchega quem chega a ela, sem exigir nada. E senti...

... o cheiro do abraço, era das castanhas. O arrepio que sentia, era do passado. Os lábios que se tocavam, eram os meus. Os braços que se apertavam, era do medo. Mas quem aconchegava, era Lisboa.

Cristalizem o Amor. Por favor.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Jantar de ensaio

Olá!

E ele estava cá, em Lisboa. Após vários e-mails trocados (e uma grande coincidência), fui conhecer o autor do Good blog Bad blog (e o seu mais que tudo), mas mal sabia que mais iria acontecer!...

No dia 17 de Setembro, no inicio da tarde, fui conhecer no Príncipe Real, este casal portuense. Após alguns minutos de conversa, fui convidado para ir tomar um café com outros bloggers que estavam ali em baixo, na Avenida da Liberdade. E eu, que sou um gajo curioso lá fui, rumo ao desconhecido!
Chegamos a uma esplanada perto do Cinema São Jorge, e estavam umas mesas ocupadas de gente que não conhecia pessoalmente mas que, já lia há muito! E de imediato, comecei a associar uma cara ao trabalho destes. Mas quem lá estava?

> Um Deus Caído do Olimpo
Mas tu és tudo e tivesse eu casa tu passarias à minha porta
> As Aventuras de Mark
> No Limite do Oceano (e o seu mais que tudo)

Foi, desta forma uma enorme surpresa conhecer todas as pessoas, sem nada ter sido combinado previamente! O que eles estavam lá a fazer? Iam ao Queer, ver o Absolutely Fabulous (que depois também acabei por ir lol)! Durante o tempo que tomamos café, na Avenida (sitio chiquíssimo!), estivemos a falar do jantar de bloggers e, de nós. Estavam assim reunidas 8 pessoas que têm como interesse a cultura, a vida e, as pessoas, como o seu bem mais precioso.

Depois do filme, surgiu outro convite - e que tal jantarmos juntos? Para o jantar, não tivemos a sorte de ter a Margarida, nem o Mark mas, tivemos um outro blogger que ninguém conhecia - o PM. .PP! Assim, rumamos ao Bairro Alto e, sem qualquer reserva (e muita procura!), achamos um simpático restaurante Alentejano! Após muita comida boa e conversa ainda melhor, surgiu naturalmente a ideia de irmos beber um copo ao Bairro e eu, lá fui, again (andava uma galdéria!!!!). xD

Fomos para a rua gay do Bairro Alto que, sinceramente, não conhecia! Após beber uma vodka preta e, já perto da 1h da manhã, eu e o PM. . PP, resolvemos ir embora e, visto que o metro já estava encerrado, ele mostrou ser um cavalheiro e trouxe-me a casa (já se fazem poucos destes! Ahahah)!

Após este jantar de antevisão, já sabemos como vai ser amanhã o 7º Jantar Anual de Bloggers LGBT's e simpatizantes... e não é que haverá um convidado surpresa? Estou ansioso!!! =)




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

MOTELx 2/4 2016

Boas!

Como hoje é quarta-feira, damos seguimento às críticas da 10ªEdição do MOTELx 2016, sendo que esta série de 4 publicações já teve início na semana passada. Hoje, falarei sobre o dia 9 de Setembro.
Eis os bilhetes dos filmes que fui ver dia 9 de Setembro, no MOTELx
Vamos começar por este que foi o primeiro de dois filmes cheios de sustos (logo eu que sou um maricas!)! Villmark Asylum (da Noruega, 2015), conta a história de um antigo sanatório que se encontra para ser demolido e, para isso, uma equipa vai à mansão (que se situa no meio de uma floresta), para verificar se não existe lá nenhuma substância perigosa. A equipa ainda sabe que o velho edifício é guardado por um empregado de limpeza...
Este filme vem do seguimento de um outro filme norueguês, Villmark (2003).



Ao longo desta trama, conseguimos perceber que este tem o velho trajecto dos filmes de terror: os sustos. A equipa começa a perceber que algo não está bem e começam a morrer, não restando ninguém, deixando um nítido cheiro de haver seguimento. É um bom filme, com excelentes actores, e uma óptima fotografia. Todos os ingredientes para um fabuloso filme de nos tirar o sono!! =)
E vamos já para o último filme do dia, que foi um filme vencedor! The Noonday Witch, o vencedor da melhor longa de terror europeia 2016 pelo MOTELx, é inspirado num poema baseado da temática tradicional e folclórica da República Checa, de onde é originário este filme de 2016. A história que nos é contada, passa-se no meio de um Verão quente, onde uma mãe leva a sua pequena filha para a terra onde nasceu o seu marido. À medida que o calor vai aumentando, a relação entre a mãe e filha vai-se tornando insuportável e, isso, leva aos locais a verem semelhanças entre esta situação e uma velha lenda da região...



O filme é bastante bom. Consegue ter em medidas certas os sustos, um óptimo argumento, e a densidade das várias personagens. Conseguimos ver a angustia e o medo de uma mãe, perante uma nova realidade, e a sua vontade de começar do zero na nova casa, apesar de todas as "distracções".

Recomendo os dois filmes anteriores. No primeiro vê-se sangue, escuridão, e sustos. Enquanto o segundo, tem como base um argumento local, numa trama simples, mas com profundidade.

Para a semana, irão saber como a burca pode ser um argumento de um bom filme de terror! =)


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Os últimos dias do Rei

Olá!

Já há muito que não falo de livros mas, desta vez, faço-vos uma recomendação de Natal... que também se pode lida durante todo o ano, pois está claro! =)

Em Junho, fui ao lançamento do livro "Os últimos dias do Rei", de Nuno Galopim (radialista e escreve para o Expresso, Blitz, Time Out e Metropolis), na Fnac do Chiado e eu, claro que marquei presença. Porquê? Por vários motivos: é um romance (e 1ª obra de ficção) e envolve História de Portugal!

Claro que não nos irei contar o livro mas, irei dar a minha opinião.
A dedicatória, fazendo um trocadilho com referência ao meu blogue! =)
Não é, de todo, um livro fast-food. Ao longo de toda a obra, conseguimos estar envolvidos emocionalmente com ele e, isso, deve-se ao fantástico trabalho de investigação e das noções do autor, em relação ao cinema e ás artes: enquanto lemos, estamos a viver aqueles acontecimentos e, em relação a isso, poucos autores conseguem ter esse objectivo alcançado!

O livro é fantástico contudo, não consigo gostar de tudo.

A parte histórica está sensacional (inclusive, chorei [literalmente] na parte em que acontece o Regicídio) - até porque, muito do que se relata aconteceu e, isso, transportou-me para há um século atrás!! Todavia, o livro tem uma diferença (em relação aos outros!)...

O Nuno, a par do relato da vida do Rei D. Manuel II, faz um paralelismo com a actualidade - 2016! Nos capítulos dedicados à actualidade, fala-se da realidade deste século: a tecnologia (pen's, e-books, por aí fora) e, para mim que não sou nada ligado a estas modernices, causa-me algum choque (e atrevimento! lol) por se falar de História com modernidade... e, por isso, fazendo referência ao meu analfabetismo tecnológico e até mesmo cultural, não consigo dar 20 valores! =/

Tenho a certeza que, conseguirei dar 20 em 20, quando o livro passar a série ou no cinema (têm dúvidas? É que eu não tenho!)!

Para quem gosta de História, do século XX, de Portugal e de Inglaterra... para quem gosta da República ou da Monarquia, ou para quem conhece ou não este nosso último Rei: compre o livro.

Eis o que se ouvia quando o nosso último rei morreu, Fred Astaire.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Parceria Zoom Porto

Boa noite!

É com grande gosto e entusiasmo que anuncio a parceria com... o Zoom Porto!

Adolescente Gay e o Zoom Porto, oficializam hoje esta parceria. Nenhum outro blogger, e nenhum outro individual, é parceiro oficial desta discoteca que, tanto tem animado as noites do Porto!
Hoje, e tal como todas as 6ªfeiras (excepto a última de cada mês), há a festa POP FEST, onde há o maior festival de POP do Porto e arredores, com o Dj Luís Marques, e animação garantida por duas hospedeiras que recebem e animam os clientes: são elas a Lilly Prozac, e a Kim Fox.

Na última sexta de cada mês, é a festa PIREX 2.0! A versão melhorada da festa Pirex (que é a festa de POP TRASH mais fantástica e animada de sempre que cumpre o objectivo há já 7 anos). Com três DJs (o Dj Miguel Quitério, o Dj Luis Marques e o Dj Kay), dois Gogos, e duas Drag Queens.

Os sábados são dedicados a festas temáticas com Djs (convidados) nacionais e internacionais!
Posso dar uma sugestão? Vão ao seu site e ao facebook.
Nestes dois locais, têm imensas fotos onde poderão conhecer melhor este espaço e o seu ambiente.

Caso queiram falar comigo, também estou sempre disponível.
E-mail - adolescentegay92@gmail.com

Divirtam-se na "cidade invicta", com o Zoom!!! =)




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

P.S. - Ai que calores... já estou curioso para saber quem são os dois Gogos do Zoom! Hmmm! xD

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

MOTELx 1/4 2016

Olá Olá!

Tal como prometido na semana passada, aquando da última publicação dos Saldos de Verão de 2016, disse-vos que, a partir de hoje e durante todo o mês de Outubro, as quartas-feiras seriam de terror... e não é que é verdade?! =)

Ao longo de quatro publicações, irei dar a minha opinião sobre o que foi o MOTELx deste ano e, fazendo claramente alusão aos filmes que tive oportunidade de ver, no Cinema São Jorge. Para quem não sabe, o MOTELx é o Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa e, este ano, foi a sua 10ª Edição, que decorreu entre 6 a 11 de Setembro em que eu, tive a oportunidade em lá ir, durante quatro dias consecutivos para ver alguns dos seus mais famosos filmes.
Eis os bilhetes dos filmes que fui ver dia 8 de Setembro, no MOTELx
Vamos começar pelo início do próprio início! Antes de começar o filme Psychonauts, fomos brindados por uma curta, a dark_net (do Reino Unido, 2015). Esta curta conta a história de um tipo que foi traído e que contrata um assassino pela internet, para matar o novo companheiro da sua ex-mulher... A curta é deliciosa e, ficamos a saber que até os assassinos, gostam de cãozinhos!! xD



E o meu filme começou. Para quem não sabe, Psychonauts (de Espanha, 2015), é a continuação da mesma banda desenhada que deu origem a um primeiro filme em 2010 (de seu nome "Birdboy") e que, esse primeiro filme, ganhou o troféu de Melhor Curta-metragem de Animação nos Prémios Goya 2012. Desta vez, o mesmo protagonista, vai para uma ilha devastada ecologicamente e vê-se confrontado com uma série de dilemas... Para ser franco, não gostei muito do filme. Sendo o único filme de animação do Festival, esperava bem melhor... achei a história fraca e sem grande espaço para um pensamento profundo.

E, a correr (literalmente!), subi as escadas do São Jorge para chegar bem a tempo do início do meu próximo filme! Mas antes, houve aquela que para mim, foi das curtas mais hilariantes de todas! =D

A curta, Portal To Hell!!! (do Canadá, 2015), conta a história de um porteiro de prédio apaixonado pela leitura e que, é constantemente chamado para resolver situações domesticas até que, uns inquilinos, resolvem abrir um portal para um outro mundo e... descobrimos como o "desenrascanço" resolve o problema! Aviso-vos que, esta curta, é de rir até doer a barriga!! É fantástica!! =)



Eis o filme que causou mais discussão. Para começar admito-o: Sim, para mim, é bom filme!

O filme mexicano deste ano, We Are the Flesh, conta a historia de um casal de irmãos que encontra abrigo num sitio onde já se encontrava um individuo. Aos poucos, os irmãos, começam a ajudar este homem a fazer uma gruta em forma de útero e, começa a incentiva-los, por exemplo, a praticarem relações sexuais. Analisando o filme na perspectiva de que esta é uma nova vaga de cinema mexicano, conseguimos perceber por que caminhos somos levados e o que querem que reflictamos.

Quando via a irmã a fazer sexo oral ao irmão, para mim não era sexo mas sim, a provocação, o proibido... incentivado pelo habitante da casa. Não devemos ver, neste filme, as cenas sexuais como sexo mas sim, como estados de um êxtase! Gostei do filme, não por me fazer imaginar um fim diferente, mas por me fazer discutir interiormente sobre ele durante, e após o mesmo.

É um filme que nos leva a um debate crítico sobre o que é (ou não!) a arte, ou o que são as suas expressões artísticas, e até que ponto as podemos considerar como tal.

Porque quero que reflictam: O que nos choca, pode ser considerado como arte?


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

P.S. - Parabéns ao António Guterres, por ser o novo Big Boss da ONU!

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Passatempo M.V. 2016

Olá!!!!

Tal como mencionado na última publicação da Modus Vivendi, hoje tenho novidades!

Os vossos pedidos são ordens e, por isso mesmo, orgulho-me de vos informar que a minha parceira Modus Vivendi, vai oferecer 50€ em peças à escolha da sua loja online, a 2 seguidores do meu blogue... assim, a Modus Vivendi vai oferecer 100€ em peças das suas colecções Made in Greece!
A nova linha da Modus Vivendi, de cetim e veludo 
Verdade! Se fores um dos dois vencedores, terás 50€ para gastar no que quiseres, dentro do mundo da Modus Vivendi... escolhe a peça, o tamanho, e tudo o que quiseres! Transforma o teu Natal (ou de quem mais amas), com um toque de modernidade, glamour, exclusividade, e bom gosto - apenas tens de ser original! Para isso, basta seguires as regras e esperares até ao dia 12 de Novembro!

Regras do passatempo:

> Segue as páginas do Adolescente GayModus Vivendi no Facebook;

> Escreve algo criativo (uma frase / uma quadra / o que quiseres) que contenha as seguintes palavras: "Adolescente Gay" & "Modus Vivendi";

> Envia o que escreveres, em conjunto com um print screen que comprove os teus dois likes, para o meu e-mail: adolescentegay92@gmail.com;

> No assunto do e-mail deve constar "Passatempo M.V. 2016" e, deves indicar o teu primeiro e último nome, na caixa de texto do e-mail;

> Para uma participação poder ser considerada válida, deves seguir todas as indicações acima, em risco de não a poder considerar;

> Os 2 vencedores serão escolhidos pelo responsável do blog (eu xD), que terá em conta a originalidade da participação;

> O autor do blog pode publicar qualquer texto que tenha sido submetido a participação (sem qualquer dado do interveniente [nome, e-mail] de forma a garantir a confidencialidade da respectiva participação);

> Podes concorrer até às 14:00:00 horas de sábado, dia 12 de Novembro de 2016;

> Os vencedores serão contactados directamente por e-mail, com informações sobre o código e como o podem utilizar.

Do que estás à espera?? Puxa já pela cabeça algo bastante original e segue os passos indicados em cima! Tenho a certeza que irás cativar a minha atenção e ganhar um dos códigos! Mas, já que ninguém nos ouve, posso dar uma sugestão?? Convida também os teus amigos a fazê-lo - nunca se sabe onde está a maior originalidade!! Já viram o arraso que irão dar com estas peças?! =)

E, desta forma, comemoramos o 1º ano de parceria entre o Adolescente Gay e a Modus Vivendi!



Caso surja alguma dúvida que queiras ver esclarecida, contacta-me.
E-mail - adolescentegay92@gmail.com


Beijinhos e portem-se mal!! ;)