Dia 3 de Junho, acontecerá o 8º Jantar Anual da Blogosfera! Para mais informações ou inscrições no jantar, enviem-me e-mail: adolescentegay92@gmail.com

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Os últimos dias do Rei

Olá!

Já há muito que não falo de livros mas, desta vez, faço-vos uma recomendação de Natal... que também se pode lida durante todo o ano, pois está claro! =)

Em Junho, fui ao lançamento do livro "Os últimos dias do Rei", de Nuno Galopim (radialista e escreve para o Expresso, Blitz, Time Out e Metropolis), na Fnac do Chiado e eu, claro que marquei presença. Porquê? Por vários motivos: é um romance (e 1ª obra de ficção) e envolve História de Portugal!

Claro que não nos irei contar o livro mas, irei dar a minha opinião.
A dedicatória, fazendo um trocadilho com referência ao meu blogue! =)
Não é, de todo, um livro fast-food. Ao longo de toda a obra, conseguimos estar envolvidos emocionalmente com ele e, isso, deve-se ao fantástico trabalho de investigação e das noções do autor, em relação ao cinema e ás artes: enquanto lemos, estamos a viver aqueles acontecimentos e, em relação a isso, poucos autores conseguem ter esse objectivo alcançado!

O livro é fantástico contudo, não consigo gostar de tudo.

A parte histórica está sensacional (inclusive, chorei [literalmente] na parte em que acontece o Regicídio) - até porque, muito do que se relata aconteceu e, isso, transportou-me para há um século atrás!! Todavia, o livro tem uma diferença (em relação aos outros!)...

O Nuno, a par do relato da vida do Rei D. Manuel II, faz um paralelismo com a actualidade - 2016! Nos capítulos dedicados à actualidade, fala-se da realidade deste século: a tecnologia (pen's, e-books, por aí fora) e, para mim que não sou nada ligado a estas modernices, causa-me algum choque (e atrevimento! lol) por se falar de História com modernidade... e, por isso, fazendo referência ao meu analfabetismo tecnológico e até mesmo cultural, não consigo dar 20 valores! =/

Tenho a certeza que, conseguirei dar 20 em 20, quando o livro passar a série ou no cinema (têm dúvidas? É que eu não tenho!)!

Para quem gosta de História, do século XX, de Portugal e de Inglaterra... para quem gosta da República ou da Monarquia, ou para quem conhece ou não este nosso último Rei: compre o livro.

Eis o que se ouvia quando o nosso último rei morreu, Fred Astaire.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)